quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ai Meu Deus.


Socorro chega aqui.
Nesta terra que já não se pode nem mais sorrir
Às vezes me dar até vontade de desistir
Ai meu Deus chega aqui.

Os filhos fogem de casa
Com a violência paterna
Será que ainda podemos chamar isso de terra?
Ai Meu Deus chega aqui.

Ai meu Deus chega aqui.
A moça carregando a criança no carrinho
Acabou de ser atropelada no caminho
Iam comprar seu leite e o pão.

Não da pra aguentar mais não
Ai meu Deus chega aqui.
Pra que tanta violência?
Policio, eu vejo no rosto do rapaz a inocência.

Ai meu Deus chega aqui.
Me aponta um lugar para dela fugir
Da violência, do mundo sem tolerância.
Vou acabar, mas antes, escute ai.

Ai meu Deus chega aqui!
Weskley Jakson
26/10/2011

Nenhum comentário: