quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ai Meu Deus.


Socorro chega aqui.
Nesta terra que já não se pode nem mais sorrir
Às vezes me dar até vontade de desistir
Ai meu Deus chega aqui.

Os filhos fogem de casa
Com a violência paterna
Será que ainda podemos chamar isso de terra?
Ai Meu Deus chega aqui.

Ai meu Deus chega aqui.
A moça carregando a criança no carrinho
Acabou de ser atropelada no caminho
Iam comprar seu leite e o pão.

Não da pra aguentar mais não
Ai meu Deus chega aqui.
Pra que tanta violência?
Policio, eu vejo no rosto do rapaz a inocência.

Ai meu Deus chega aqui.
Me aponta um lugar para dela fugir
Da violência, do mundo sem tolerância.
Vou acabar, mas antes, escute ai.

Ai meu Deus chega aqui!
Weskley Jakson
26/10/2011

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Capitulo 28


"O Senhor ali te dará coração tremente,
e desfalecimento de olhos,
e desmaio de alma.


                              E a tua vida estará como em suspenso diante de ti;
                              e estremecerás de noite e de dia,
                              e não terás segurança da tua própria vida.


Pela manhã dirás: Ah! quem me dera ver a tarde;
E à tarde dirás: Ah! quem me dera ver a manhã!
pelo pasmo que terás em teu coração,
e pelo que verás com os teus olhos."




Deuteronômio 28.65-67, Bíblia Sagrada

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O Poeta




A escassez das palavras
Faz-me estacionar
À margem do nada
As frases caladas
Deixam em meus punhos 
O transtorno

Weskley Jakson 
21/09/2011

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Dilema







 Os dois maiores dilemas do ser: 
Ter que escolher entre duas coisas!
E o outro é não ter escolha. 

                                       
















Weskley Jakson.
(um dia desse ai)

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Saber ouvir, ver, ler e entender.



Rogo-te que de mim tendes piedade
Não deixo que a maldade perca a caridade
Desvia o meu olhar da ignorância
Para que de mim não se perca a tolerância
De saber ouvir, ver, ler e entender.
Por que o que mais nos custa a perceber:
Que para chegar-se a Deus é preciso crer.
Crendo então, logo ele chegará a nós!
Sendo assim será possível ouvir a sua voz.
E saberás então ouvir, ver, ler e entender.
Sairás do caminho da ignorância
Saberás ter tolerância.
Para ouvir, ver, ler e entender.
Weskley Jakson
15/09/2011

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Falhas

No momento em que eu paro de escrever...
Não consigo parar.
Vêm coisas malucas na minha cabeça.
As coisas começam a fluir do nada.
Como ta acontecendo agora.
Sinto algo estranho.
É como um pressagio
Um bem mal
Mais isso é tolice.
Fecho os meus olhos.
Nunca parando de escrever.
Eu vou vivendo um sobrenatural diferente.
Viajo para outra dimensão onde ninguém pode chegar.
Estou apenas eu aqui.
É impossível descrever tamanha coisa.
É notório pra quem ta de fora a minha exposição.
Não queria estar assim.
Chega a dar medo a distancia do meu próprio corpo.
Tento voltar mais não consigo.
Só contemplo uma imensidão de letras.
Em uma sonoridade silenciosa.
Sobre o que é real isso eu não sei.
Tudo pode ser real.

Weskley Jakson pereira
28/05/2007

Por hoje

Fiz o que achei ser de melhor pra nós
Procurei encontrar o que não perdi
Porem as pessoas esqueceram de me encontrar
E se acharam, acharam o que era de mal em mim
Faz parte de mim o meu jeito de me comportar
Se não te agrada eu procuro um outro lugar
Faz parte de mim! Se eu não sou o que eu fui eu serei
Alguma coisa não precisa se preocupar
Um dia eu chego Ai eu encontrarei
As verdadeiras mentiras sobre mim

Não faço parte do meu show
Por não ter tocado aquela canção
Não foi por mal
Foi que o meu coração desafinou completamente
Não deu!

Pra terminar com o que não começou mal
Mais o bem fica difícil de tocar
Quase não dar pra ouvir o som da tua voz
Vai! Essa banda vai passar.

Faz parte de mim essa minha voz desafinada
Faz parte de mim, a minha melodia errada
Faz parte de mim tudo que um dia fez parte de você
Faz parte de mim o peito que nos distancia
Faz parte de mim aquela febre que incendeia
E me faz ficar cada vez mais longe de mim
Faz parte de mim meu sorriso alegre que contagie com a tristeza
Faz parte de mim faz parte de mim o fim dos choros tristes de alegria
Faz parte de mim a multidão de solidão que me rodeia
Faz parte de mim os passos que eu nem pensei em dar e já estão errados
Faz parte de mim minha convicção covarde de vida plena
Faz parte de mim que eu faça parte de tudo que é bom em me fazer mal
Faz parte de mim
Por hoje
Faz parte de mim.....


Weskley Jakson pereira
23/01/2009

terça-feira, 26 de julho de 2011

O sonho glaáh

Tudo que eu sonhei foi você! Realizou
Tudo que queria é encontrar o amor
Foi do nada que ela disse que aconteceu
Eu digo tudo isso é um sonho de Deus

Um dia eu sonhei e a ele eu pedi
Um sonho que fosse bom
Um sonho que eu não pudesse acordar
O sonho Glaáh

A melodia boba que acompanha essa canção
E as batidas lentas do meu coração
 Pausando na harmonia de cada olhar seu
Ritmado pela força de um amor que cresceu

Tu és a mais perfeita nota da canção
De todo dia-dia és a minha inspiração
Canto dia e noite por não poder parar
Longe de você é a única forma de te amar...

Weskley Jakson Pereira
26/12/2009

Eu sei do nosso futuro...

Quero te ouvir cantar mesmo quando estiver triste
Quero te fazer sorrir
Quero te ver chorar nos momentos mais felizes
Ao meu lado sempre, sempre e sempre

O tempo vem ao nosso encontro
E hoje que parece que  o amanhã
Andou Laçando o nosso futuro
Com a palma da eternidade

Quem vai me fazer chorar quando não tiver por perto
Vem pra perto de mim
Quem vai me fazer sorrir a noite vendo a lua ao céu aberto
Seu brilho é bem maior e mais bonito

Eu não vou pra onde o vento me levar
Vou pra onde o meu amor está
Quero viver em paz Com a alegria no olhar
E eu não preciso mais de nada além
do nosso amor... 

Weskley Jakson pereira
05/01/2010  03:23Hs 

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Silencio...

silencio...ouvindo a poesia
por nela buscar a lento
recebi trazida do vento
a silenciosa sonoridade
do pensamento...
do pensamento do dia...

                                Weskley Jakson
                                   19/04/2011


quarta-feira, 20 de abril de 2011

eu nunca imaginei...

está ao teu lado assim...
fazendo excêntrico o viver...
e vendo o mesmo que você ver...
recebendo carinho...
dando carinho...
no ônibus...
em casa...
abraçados...
na praia...
ao vento...
onde estivermos...
eles apontam onde iremos parar...
(no infinito até onde vai o seu olhar)...
no nosso amor...


Weskley Jakson

(Tempo não determinado)

sábado, 16 de abril de 2011

Comentarios










A poetiza que firma o pincel do seu lápis no papel,
 e nele compõe um cordel, uma rima uma poesia
 com certeza cria um clima pra poesia falar...


                                                                  Weskley Jakson
                                                                      15/04/2011


                                                                    

Imagem: Google

sexta-feira, 15 de abril de 2011

O depoimento.

Gosto de falar de nós dois, mas fui surpreendida hoje com a pergunta: Por que amar? Confesso que na hora não soube o que responder, até encontrei mil razões, mas nenhuma cabia no sentido do amor. Acabei por acreditar que no amor não há razão. Podíamos nos amar por diversos motivos, por algumas qualidades minhas e suas, porque nos sentimos atraídos um pelo outro, para não ficarmos sozinhos. Mas no final tudo é efêmero. O amor na verdade é quando suportamos os defeitos, é quando a beleza for utópica, é quando o meu desejo deixa de ser meu e passa a ser nosso. O amor verdadeiro é bem difícil. Ele exige muito de nós, exige muito mais do que os poemas belíssimos expressam.
Só que o amor tem algo que nenhum outro sentimento tem, ele permite a bonança no meio da tempestade. É somente por meio dele que aprendemos a dar valor às coisas simples, aos pequenos gestos, as palavras ditas com a voz rouca. É quando conseguimos conquistar alguém completamente diferente de nós, e mesmo assim nos encaixamos perfeitamente nela. 
O amor vive por uma vida, e sobrevive todos os dias. Não basta amar poeticamente, é necessário aprender a lidar com as lacunas que surgem. Amar é falar e agir. É chorar e sorrir. Que bom que é assim! Porque na verdade o sentido da vida está no equilíbrio dos sentimentos. E é aí que você se encaixa, meu velho. É você quem promove o equilíbrio da minha vida. É com você que tenho os momentos mais felizes, mais tristes, mais loucos. É com você que eu vivo a vida da maneira que é bom viver.
Eu te amo do jeito que entendo que o amor é. Com todas as controvérsias e contradições dele. Mas também com toda a simplicidade pertencente às coisas sublimes. Eu poderia fazer uma lista de tudo que amo em você e de todas as coisas que você já me fez, só que o amor é bem maior que isso. De fato, ele é algo extremamente transcendental. E respondendo àquela pergunta, eu poderia dizer simplesmente que adoro viver o que é verdadeiro. O nosso amor é verdadeiro e isso o torna auto-suficiente.
Te amo em verdade, meu velho ;)

Graah Witte
15/04/2011

segunda-feira, 11 de abril de 2011

O Amor.

(O amor é tão coisado. Tão coisado que chega ao ponto de coisar a pessoa também).

Não há como negar que o amor é algo transcendente, tanto que os seres humanos vivem a maneira do amor.
Todo ser humano ama! Bruto, manso. Forte, fraco. Lúcido, insensato. Todo ser humano é adepto do amor.
Mesmo sendo puro, o amor se converte em faces diferentes
No sol, na sombra. No sol, na chuva. No vento, trancado. No claro no escuro.
Todo mundo ama! No passado no presente e no futuro.
No muro, na arvore. No shopping, em casa.
Na praça, na sala. No chão ou não
Todos são tocados por algo que existe no coração.
Pode até parecer bobo, mais não é não
Quem faz o amor ser bobo são aquelas canções
Que esculacham que maltrata que joga ao pó.
É por isso que eu não gosto de forró.
Na vida, na morte. No azar ou na sorte.
Na mentira na verdade, na velhice e na pouca idade.
No encanto, ou sem resplendor
Todos precisam do amor

Frase do dia:
Nada que você fizer, vai me fazer amar você menos que eu amo.

Weskley Jakson
26/10/2010

quinta-feira, 31 de março de 2011

Amargo

O amargo que entrava em meu peito
É de direito por respeito não se ter
Rasgue a frase que sem crase não se ler
O encargo tão amargo de se crer
Acha-se culpa na desculpa que se dar
Dar-se a outra...
face por amar
Aponta ao lado o pecado com um sermão
E não tira de si a mascara...
Mostrando-se sem ela um ladrão...
de sonho, que ofusca o que é ser
É tão amargo que nem culpa deve ter...
 Weskley Jakson
01/04/2011

domingo, 16 de janeiro de 2011

O que aconteceu?

O que aconteceu?
O que aconteceu com o mundo
Onde está a sua pureza
O que aconteceu com a natureza
Onde ta a sua beleza?
As coisas não são mais como antes
Não é possível nem mesmo deixar semelhante
É tão difícil avistar o horizonte distante
Onde estão as crianças brincando com os seus pais
A paz nas famílias já não existe mais
É pai matando filho é filho matando pai
Uma guerra domestica
Que não é inventada por narrativa alguma
É real quando eu falo
que a violência não está só nas ruas
um pai com raiva joga seu filho de uma  ponte
dessas historias na TV você vai ouvir um monte
o que aconteceu?
As pessoas sofrem e só querem colocar a culpa em Deus
O Rio que o diga
A chuva é tão forte e letal que desabriga
Mais o que aconteceu?
Tragédias naturais
Tragédias humanas
Não dar mais pra ouvir a voz de quem sonha
Se é que é possível sonhar
É difícil viver no mundo da forma que ele ta
O que aconteceu?
Os nossos professores não querem mais ensinar
Os nossos alunos não querem mais aprender
Os nossos professores estão sendo assaltados
E os nossos alunos assaltando
A nossa direção não liga mais pro nosso futuro
Não vem mais em nossos olhos um futuro
O que aconteceu?
O que aconteceu com o mundo?


Weskley Jakson
16/01/2011

sábado, 1 de janeiro de 2011

U2 - samething for the pain

Tive um reencontro com o meu passado
O passado que tanto dele Fugi
Mais ele insistiu em se apresentar
Tantas vezes eu já falei
E está frase novamente eu vou ser obrigado a falar
A solidão hoje veio me visitar
Nem adianta gravar o meu pensamento
Nem o meu lamento
Como já falei
A vida é vivida de momentos
O que vale é fazer do tempo
Não o seu tormento
Mais o seu monumento
Que você devi esculpir


Weskley Jakson
01/01/2011

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Ausência

Termobilizo a veemente força da existência.
Nego a morte e se possível uso até a violência
Mais não cairei na Inocência de beijar a morte
E trair a vida seguindo novas tendências.

Analisando os fatos sem esperanças.
Não encontro mais no pensamento a excelência
Estacionado entre o tudo e o nada
Descobrindo o segredo da ausência.

continua... 

Weskley Jakson
24/10/2010

domingo, 31 de outubro de 2010

o não saber

Os meus punhos e meus erros serão meus guias.
O meu pensamento está encoberto de invalidez,
de inutilidade própria e  coletiva.
não me pergunto mais o que fazer...
se soubesse não perguntaria a mim mesmo.

Weskley  Jakson.
31/10/2010  

domingo, 12 de setembro de 2010

O poste do beijo


Um só
Às vezes não me deixo falar
Tento e não consigo ver-me só
É tido como omisso o meu riso
Não vago como indeciso
Não preciso
Basta pensar
Escalar o mais alto paraíso
Submergir nas mais profundas águas do pensamento
Percorrer o infinito
E rever a luz da aurora na escuridão
Acreditar e surpreender
O inacreditável e impossível

Eu só
Sei de mim o bastante para conhecer-me
E mais do que se imagina
Um sorriso revela o céu

Nós dois
Na brecha do portão
Eu toco as nuvens
E o seu gosto transcende o algodão
Quando o seu luminar dá o lugar à escuridão
O meu coração no peito dispara
Parafraseando o céu e a terra
E o poste do beijo
Faz do dia noite e da noite dia
E sempre testemunhará a alegria
Dos apaixonados corações...


Weskley Jakson
09/09/2010-10/09/2010


Imagens: O poste do beijo ( Weskley Jakson)

terça-feira, 24 de agosto de 2010

É só imaginar

















Quero um avião na tela do meu computador
Quero um ar mais puro. Pra poder respirar ar puro
Quero viajar nas asas da imaginação
Pra que quando o mundo acabe não se acabe a inspiração
Pois eu sei que quando se voa, voa contra os nossos limites
Só não existem limites aos nossos palpites
Que são as coisas que mais faz falta
Aqui e agora... Aqui e agora...
Eu vou onde me der vontade ou onde você me levar
Vou onde se pode ir ou simplesmente imaginar
Eu vou andar. Eu andarei.
É só imaginar.

Weskley Jakson
10/06/2010-24/08/2010

Imagem: Pesquisa Google.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Filho dos tempos

  Nos ombros em que carrego a satisfação de um povo feliz
Carrego também a impunidade da vida
 mesmo sendo dela ainda um simples aprendiz.
Confundem o sentido das coisas alegando a relatividade.


Mas sem suor e sem culpa nos aflige,
 jogando a força em nosso peito
A violenta desigualdade.
Desigualdade que afoga o nosso saber.

De quem se queixar quando o nosso menino não aprender
Não suporto mais... Não espero mais...
Esse é o pensamento da minha criança, da sua criança
Que acabam de serem presas por roubar aquele rapaz.

Jogados na calçada com armas nas cabeças
Enquanto dois choravam um dizia:
“Não chorem talvez isso seja por que a gente mereça.”


O seu falou:
“Seu moço tudo isso por causa de uma cerveja?”


O nosso disse:
“Por favor, se for acontecer que aconteça
mas não atire no rosto para que o nosso pai nos reconheça.”


Não faço juízo aqui,
Se nosso filho mereça ou não mereça
Mas falo pra todos
Que antes que aconteça

Pegue o seu filho no braço
E a Deus agradeça
E peça pra que antes que o seu filho cresça
O do seu vizinho vivo amanheça

E que possa viver longe da sentença
E nessa vida tão cruenta
Posso ouvir da mãe que amamenta
O perdão praquele jovem rapaz.

Weskley Jakson
01/02/2010-23/08/2010

sábado, 21 de agosto de 2010

(A promessa)

Interrogo o vento nesta hora:
Onde tavas ontem?
Que não soprou o cabelo da minha menina?
Cumpra-se em mim!  Ó felicidade!
E não faça da vaidade o meu único uso!

Pois confuso não estou mais
Agora sei onde piso
E não faço mais juízo
De ninguém, eu digo.
Pois ainda faço planos de morar no paraíso

De lembranças não quero viver...
Mais pretendo esquecer de morrer
Não, não quero ser eterno
E não importa se serei lembrado
Mais também não ficarei com o meu coração angustiado
Por ter no futuro mágoas do meu passado

Porem aqui minha alma confessa
Não sei se neste mundo terei ainda muito tempo
E nem eu tenho pressa
Mais busco nas palavras o alento
Esperando ainda no vento
O cumprir da minha promessa.


Weskley Jakson
21/08/2010

***
Que se cumpra em nossas vidas
A Promessa

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Sobre a "A pré missa"










"Ainda Lembro na Imagem daquela sombra
          que sempre marcava o chão com a marca de nós dois,
                    e de tanto tempo que pra o eterno é pouco,
                              e no poste a mesma sombra ainda se faz..."


"O que parecia nada
na verdade nunca foi,
eu sempre te amei na eternidade..."












"E estamos sempre juntos
isso sempre foi e sempre será assim.
E o nosso amor está gravado em nossa pele..."


Weskley Jakson
20/08/2010

Imagens: Pesquisa Google.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Insensatez

Na verdade não importa o que falamos
Vamos ser sempre os mesmos
As mesmas mentiras
Contradições
Os risos forçados
Um sentimento vazio
Impedindo a nossa progressão
Nesses últimos dias tem sido sempre assim
Lembranças do passado me fazem esquecer que eu ainda vivo.
Com os olhos fechados vou quebrando passo a passo seu silêncio.
Os beijos que não tive por tolice.
Por timidez o que sofrer não pode.
E por pudor os versos que não disse.
Arrependimento por ser convicto de mais.
Larguei tudo o que tinha
Às vezes até os meus sonhos.
Quem descobriu esse sentimento?
Insensato, tolo que isola nossas forças
Contradiz nosso conhecimento
Entortando a RAZÃO.

Weskley Jakson
10/10/2006

Contradições ou realeza

Ser porque está escrito, 
Ou escrever por que é?
A paixão faz dessas coisas
Frases sem sentido.
Pra quem lê não pra que escreve
Não diria só a paixão
Sim todo o estado em que me encontro
A final nada é por acaso
Tudo tem uma razão
Se algo for quebrado, 
Tem sempre alguém pra consertar
Tudo tem seu tempo
O passado voa deliberadamente. Como um pássaro
Em diversas direções
Mais sempre acaba voltando para o seu presente
Assim como um pássaro para o seu ninho.
 Como entender e pré ver o que a de vim.
Ao ser que me faz chorar
Ao que talentosamente me faz sorrir.
Como reclamar da dor da despedida
Se eu me despeço lembrando o prazer do reencontro
Se tudo tem seu tempo espero que eu não demore muito.
Ser irracional ao ponto de ter razão ao ser assim não é contraditório?


Weskley Jakson Pereira
28/05/2007

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Na esquerda... outros autores

"Lembro-me de que, quando menino, Em uma cidade do interior, os homens se reuniam após o jantar para contar casos. As historias eram fantásticas, e todos sabiam disso. Mais nunca ouvi ninguém dizer: "Você está mentindo". A reação apropriada a um caso fantástico é outra: "Mais isso não é nada..." E o novo artista iniciava a construção de outro objeto de palavras. Faz pouco tempo, dei-me conta de que, naquele jogo, o julgamento de verdade e falsidade não estava, por que as coisas eram ditas não pra significar algo, as coisas eram ditas afim de construir objetos que podiam ser belos, fascinantes, engraçados, grotescos, fantásticos...nunca falsos..."


Texto de: Rubem Alves